Mulher morre após comer bombom envenenado dado por cigana na rua em Maceió

A jovem Fernanda Silva Valoz da Cruz Pinto, de 27 anos, morreu vítima de envenenamento, segundo constatou perícia realizada a pedido da Polícia Civil de Alagoas. A jovem veio a óbito na madrugada do dia 4 de agosto, um dia depois de comer um bombom entregue por uma suposta cigana a ela no centro de Maceió.

Ao jornal O Globo, uma tia de Fernanda deu detalhes sobre o ocorrido. Maria de Lourdes Gomes Barbosa contou que a sobrinha foi abordada por uma mulher que se apresentou como cigana e pediu para ler a mão dela. A mulher teria “previsto” que Fernanda iria morrer em poucos dias e, em seguida, teria oferecido o doce a Fernanda.

“Ela só veio comer o chocolate depois de umas horas, quando já estava em casa, e logo começou a passar mal, foi para o hospital e faleceu”, contou a tia.

O exame toxicológico mostrou que Fernanda foi envenenada com duas substâncias usadas como pesticida, sulfotep e terbufós. Foi constatada “grande concentração” das substâncias no organismo da jovem.

Fernanda passou mal na mesma noite em que comeu o bombom. A situação começou com um desconforto, que lembrava uma crise de gastrite, mas depois a jovem passou a sangrar pelo nariz e a produzir muita saliva, que era expelida pela boca. Ainda à noite, ela foi levada ao hospital, mas morreu de madrugada. Fernanda deixa uma filha de 9 anos.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Maceió.

Fonte: Terra

WhatsApp

Entre e receba notícias do dia.

Canal WhatsApp

Entre em nosso canal no WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR:

Comunicador e Jornalista formado pelo Centro Universitário do Maranhão.

DRT – 2083/MA

E-mail: sampaiowellyngton@gmail.com
Contato/ Whatsapp: (99) 98540-7358


Estamos no Instagram

Estamos no Facebook

Divulgue sua marca aqui

Publicidade

 

 

Publicidade