FOTOS: Rian Santana Alta Costura recebe título de cidadão codoense após relevantes trabalhos em Codó

Rian Santana recebe título de cidadão codoense concedido pelo Vereador Gracinaldo

O estilista e costureiro Rian Santana, recebeu o título de cidadão honorário codoense durante a Sessão Solene na Câmara Municipal de Codó que aconteceu no último sábado (16), em alusão ao aniversário da cidade. A homenagem foi proposta pelo vereador Gracinaldo (PL).

Tendo relevante destaque no ramo da alta costura e moda em Codó, Rian agradeceu pelo reconhecimento e relatou que sempre se sentiu genuinamente codoense. Graças a Deus! Codó me acolheu bem e hoje construí um nome e claro minha família nesta cidade, gratidão por essa conquista”, agradeceu o estilista.

 

Em seu discurso, o vereador Gracinaldo parabeniza Rian Santana pelos feitos em destaque em Codó e afirmou que a homenagem foi muito mais que merecida. “O Rian Santana hoje tem um lugar de destaque e prestígio em nossa cidade, se você sair por aí perguntando a cada codoense, você ver e tem noção de fato do que eu estou falando, por isso parabéns ao Rian que merecidamente merece essa grande homenagem”, relatou o vereador autor da proposta.

 

 BIOGRAFIA

 

“No dia 11/06/1991, na cidade de Pastos Bons Maranhão nascia a estrela da moda Rian Santana Costa, Filho de Manoel de Jesus Alves da Costa e Delcina Santana Costa. Desde pequeno muito apaixonado por moda, gostava de sempre se vestir bem, porém a situação financeira de sua família não o permitia, sua vida teve que traçar outros caminhos, ainda na sua infância ajudou seus pais vendendo cheiro verde, dindim, salgados…, na rua, também trabalhou em uma oficina de bicicletas e motos. Rian sempre buscou uma maneira de mudar de vida.

Seu primeiro contato com a moda foi aos seus 12 anos, quando foi trabalhar em uma empresa de confecção de roupas, o mesmo foi contratado como um” faz tudo”, na mesma: empresa pediu para ensiná-lo a costurar, porém, a dona no primeiro momento recusou, pelo fato de ser homem, mas Rian não desistiu, sempre que tinha uma oportunidade tentava aprender sozinho, nas suas tentativas quebrou várias vezes as máquinas. A mãe da proprietária da empresa sempre acreditou no talento daquele menino, e o incentivava a continuar.”

WhatsApp

Entre e receba notícias do dia.

Canal WhatsApp

Entre em nosso canal no WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR:

Comunicador e Jornalista formado pelo Centro Universitário do Maranhão.

DRT – 2083/MA

E-mail: sampaiowellyngton@gmail.com
Contato/ Whatsapp: (99) 98540-7358


Estamos no Instagram

Estamos no Facebook

Divulgue sua marca aqui

Publicidade

 

 

Publicidade