COISAS DA IDADE!!! FIQUE ATENTO À SAÚDE DO VELHINHO!!!

Com o avanço da idade, algumas mudanças vão ocorrer com o seu pet. A senilidade pode trazer deficiências nas funções cardiorrespiratórias, renais e urinárias, além de fragilizar o sistema imunológico, tornando o pet mais suscetível à infecções. Com a idade aumentam também os riscos de tumores e de problemas com a coluna. Fique atento e sempre que possível leve o seu pet a um consultório veterinário de uma loja Terra Zoo perto de você, para uma consulta de rotina.

Gato fazendo check up no consultório da Terra Zoo na Cohama

O coração já não é mais o mesmo

Os animais mais velhos podem sofrer com a degeneração das válvulas cardíacas. Por isso, exames como o ecocardiograma têm que ser feito periodicamente nos idosos.

Além disso, o uso de remédios pode se tornar fundamental. Sem falar na dieta, que, para os idosos com problemas cardíacos, não deve conter muito sódio.

Muito xixi? Pouco xixi?

Urinar pequenas quantidades, várias vezes ao dia, e demonstrar certa dificuldade para fazer cocô pode identificar problemas na próstata. Assim como os homens que passam dos 40, os cães acima de 7 anos devem ser submetidos ao exame de toque retal. Os animais ainda podem passar por uma ultrassonografia. Essas são as maneiras mais eficazes de detectar e tratar desde cedo problemas nessa glândula. Já se eles apresentarem aumento na produção de urina acompanhado de uma sede permanente, em geral associada à perda de peso, o veterinário pode desconfiar de outras doenças que acometem cães e gatos, como diabetes e insuficiência renal.

Risco de tumores

Animais são como seres humanos em um aspecto: com o passar do tempo, passam a ter uma maior probabilidade de sofrer com um câncer. Nas fêmeas, os tumores de mama são os mais comuns. Por isso, mais do que nunca, durante o exame clínico o veterinário presta muita atenção na hora de avaliar essas glândulas. O “autoexame”, nesse caso realizado pelo proprietário do animal, pode ser feito apalpando as mamas na tentativa de localizar nódulos enrijecidos. Ao menor sinal deles, consulte um especialista.

Coluna fora do lugar

Com o passar dos anos, desgastes nos ossos e nas articulações são corriqueiros e provocam sofrimento. Desconfie se o animal fica muito parado e se parece incomodado cada vez que se movimenta. Também fique atento caso ele arraste uma das patas. Quanto mais cedo for detectado um problema nas vértebras, maior chance de sucesso no tratamento. Atenção: cães de raças do tipo “salsicha”, como Dachshund e Basset, têm maior propensão a alterações na coluna.

WhatsApp

Entre e receba notícias do dia.

Canal WhatsApp

Entre em nosso canal no WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR:

Comunicador e Jornalista formado pelo Centro Universitário do Maranhão.

DRT – 2083/MA

E-mail: sampaiowellyngton@gmail.com
Contato/ Whatsapp: (99) 98540-7358


Estamos no Instagram

Estamos no Facebook

Divulgue sua marca aqui

Publicidade

 

 

Publicidade