“Causa indeterminada”, diz polícia sobre ladrão que morreu após oração de pastor

A conclusão do inquérito da Polícia Civil que apura uma tentativa de roubo a fiéis, que estavam participando de uma oração em um monte, em Ribeirão das Neves, Belo Horizonte, surpreendeu a todos.

Pastor faz oração e ladrão morre (Reprodução)

O caso ganhou repercussão nacional, pois durante a tentativa de assalto, um dos suspeitos morreu após a oração do pastor.

O outro assaltante fugiu em direção a um matagal, mas se apresentou à polícia alguns dias depois. Segundo o delegado Alex Daton, a causa da morte do assaltante é “indeterminada”.

“Não havia nenhuma violência contra o corpo. Foi uma questão fisiológica. Acreditamos que a quantidade de drogas que ele usou acabou colaborando com o estresse que ele sentiu no momento do assalto, causando o infarto que levou a óbito”, disse o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito que fugiu colaborou com as investigações e disse que desistiu do roubo após desmaiar.

O caso aconteceu na madrugada do dia 5 de junho e o desenrolar dos acontecimentos tomou um desfecho surpreendente.

Relembre o caso

Um grupo de evangélicos oravam em um monte na cidade Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG), quando foram surpreendidos por dois assaltantes.

Os criminosos estavam armados com um facão e um revólver falso. O pastor fez uma oração para um dos suspeitos e, segundo a polícia, logo em seguida, o homem teve um mal súbito e morreu na hora.

O outro suspeito recebeu uma oração de libertação e foi perdoado pelos fiéis que deixaram ele fugir em direção à mata.

Os pastores chamaram a polícia, e a perícia foi até o local. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Betim, também na Região Metropolitana de BH.

Com informações F Gospel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.