Bebê de 6 meses é morta por espancamento e com sinais de abuso sexual

Um bebê de seis meses morreu com sinais de espancamento e indícios de abuso sexual na manhã da última quinta-feira (09), no Sertão da Paraíba. A mãe da criança é suspeita com a companheira dela, de 19 e 18 anos, respectivamente.

A criança, identificada como Maria Liliane Miguel da Silva, foi levada pela mãe e a companheira dela para a UBS da região, mas a vítima já chegou morta e com diversos hematomas pelo corpo. As suspeitas foram presas na hora pela Polícia Civil.

Segundo informações da UBS, a mãe da criança chegou com a menina no colo às pressas, afirmando que a menina estava passando mal. A equipe médica até tentou reanimá-la por cerca de 15 minutos, mas sem êxito.

Nos exames, a equipe se deparou com cicatrizes na região dorsal e glúteos, escoriações na região oral e uma suspeita de laceração anal, além de escoriações na cabeça.

As suspeitas foram autuadas por homicídio qualificado. Em depoimento, a mãe da criança, identificada como Fernanda Miguel da Silva, decidiu permanecer em silêncio. Já a companheira, Lilian Alves Romão, confessou o crime, mas não disse a motivação.

Segundo a Polícia Civil, a mãe e a criança moravam na casa da avó de Lilian, que em depoimento afirmou não ter visto nada. O pai da criança não foi identificado.

Após prestarem depoimento, as duas mulheres foram encaminhadas para a Central de Polícia de Cajazeiras, onde devem aguardar a audiência de custódia. O corpo da criança foi encaminhado para o Numol de Cajazeiras para ser periciado.

Fonte: O liberal

WhatsApp

Entre e receba notícias do dia.

Canal WhatsApp

Entre em nosso canal no WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR:

Comunicador e Jornalista formado pelo Centro Universitário do Maranhão.

DRT – 2083/MA

E-mail: sampaiowellyngton@gmail.com
Contato/ Whatsapp: (99) 98540-7358


Estamos no Instagram

Estamos no Facebook

Divulgue sua marca aqui

Publicidade

 

 

Publicidade