Artigo: O cristão e a violência doméstica, por Roberto Veloso

 

Em recente palestra no II Seminário da Associação Nacional dos Magistrados Evangélicos, o juiz da Vara de Violência Doméstica da Bahia, André Gomma, declarou que essa prática tem aumentado, inclusive entre os cristãos.

É inadmissível que tal conduta esteja acontecendo por quem se declara seguidor de Jesus, pois quem assim age descumpre a palavra de Deus. Sua conduta está em desacordo completo com a determinação da Bíblia e de Jesus Cristo. O Mestre disse que deixava um novo mandamento: amar o próximo como a si mesmo.

“Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.” (Efésios, 5:28)

Em uma época de tanto desamor no mundo, de tanta incompreensão e violência, a melhor direção a seguir é a da palavra de Deus contida na Bíblia. Palavra viva, orientadora e salvadora.

E a principal orientação em um relacionamento é a de que os maridos devem amar as suas mulheres, com um amor incomensurável, de entrega total, comparável ao tido por Jesus Cristo por sua igreja, que se entregou em sacrifício por nossos pecados.

Porque Deus nos amou de tal maneira que entregou o Seu Filho para nos salvar. Esse é o amor que nos é exigido em relação às nossas mulheres. Amando-as como a nós mesmos:

É inconcebível para um cristão agredir a sua mulher, a ponto de sentir ódio por ela, porque é o mesmo que sentir ódio por si mesmo.

“Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja;” (Efésios, 5:29)

E está escrito desde Gênesis: o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher e serão uma só carne. Não há outra interpretação possível a não ser que o casal representa uma só pessoa, uma só carne.

Se existem homens que maltratam suas mulheres com violência e brutalidade, isso não vem de Deus. Pelo contrário, é o descumprimento da palavra do Pai celestial, que ordena aos homens que tratem suas mulheres com delicadeza e amor.

“Maridos, amai as vossas mulheres e não as trateis com aspereza”. (Colosenses, 3:19)

Um homem cristão tem o dever de cumprir a palavra de Deus, amando sua mulher ao ponto de dar a sua vida por ela e ao mesmo tempo mostrando ao mundo o exemplo de quem realmente é seguidor de Jesus Cristo.

WhatsApp

Entre e receba notícias do dia.

Canal WhatsApp

Entre em nosso canal no WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR:

Comunicador e Jornalista formado pelo Centro Universitário do Maranhão.

DRT – 2083/MA

E-mail: sampaiowellyngton@gmail.com
Contato/ Whatsapp: (99) 98540-7358


Estamos no Instagram

Estamos no Facebook

Divulgue sua marca aqui

Publicidade

 

 

Publicidade