ANÁLISE: Flamengo é soberano contra o Grêmio, faz melhor jogo com Sampaoli e sai na frente por classificação para final da Copa do Brasil

Em noite de grande atuação coletiva, o Flamengo fez bonito em Porto Alegre e venceu o Grêmio por 2 a 0, no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil. Com soberania, o Rubro-Negro protagonizou a melhor atuação sob o comando de Jorge Sampaoli e mostrou todas as suas facetas para levar a decisão pela vaga na grande final do torneio para o Maracanã, com vantagem no placar.

JOGO COMEÇA PEGADO, FLAMENGO VÊ GRÊMIO ASSUSTAR, MAS APOSTA EM POSSE DE BOLA PARA COMANDAR AÇÕES

A partida se iniciou com muita intensidade de ambos os times. O Grêmio começou melhor e assustou o Rubro-Negro logo aos dois minutos, com Suárez. Após sofrer um ‘abafa’ com a marcação alta do Tricolor e cometer muitas falhas individuais que prejudicaram o rendimento, o Flamengo conseguiu colocar a cabeça no lugar para fazer um jogo mais racional. Nesse ínterim, o Fla utilizou a posse de bola a seu favor e passou a comandar as ações

Com o jogo organizado, o Flamengo não demorou a abrir o placar. Em noite de grande atuação individual, Wesley comandou a jogada do primeiro gol rubro-negro. O lateral-direito protagonizou um belo lance, limpou a marcação e trabalhou para Bruno Henrique. O camisa 27 até poderia finalizar, mas preferiu servir a Gabigol que, de perna direita, colocou o Fla à frente: 1 a 0.

Minutos depois, o Flamengo teve a chance de ampliar o marcador. Everton Ribeiro tentou efetuar passe para Arrascaeta e foi impedido por Bruno Alves, que deixou o braço na jogada. A arbitragem assinalou pênalti, e Gabigol foi para a cobrança. O camisa 10, no entanto, bateu mal, e o goleiro Gabriel Grando defendeu a penalidade.

FLAMENGO DOMINA SEGUNDO TEMPO E ABRE VANTAGEM POR VAGA NA FINAL

Diferente do primeiro tempo, a segunda etapa não teve nenhum momento de domínio do Grêmio. Mandante do duelo, o Tricolor não conseguiu jogar, e viu o Flamengo ‘fazer o que quis’ dentro de sua Arena. Com a bola nos pés, o Rubro-Negro aproveitou a posse para pensar e trabalhar as jogadas, se destacou nas movimentações e não demorou a ampliar o marcador.

A jogada do segundo gol foi um passe de Arrascaeta para Thiago Maia. O volante bateu cruzado, e o chute desviou na defesa. Gabigol até poderia ter tocado, mas a bola morreu de mansinho no fundo das redes de Gabriel Grando. Flamengo 2 a 0. A reta final do confronto foi ainda mais confortável para o Fla, que até teve chances de deixar o placar mais elástico.

Antes de pensar no jogo de volta da Copa do Brasil, o Flamengo tem compromissos importantes, e o próximo está marcado para o sábado (29). O Rubro-Negro vai até o Estádio Independência para enfrentar o Atlético-MG, em partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. A bola vai rolar às 21h (horário de Brasília).

Fonte: Lance

WhatsApp

Entre e receba notícias do dia.

Canal WhatsApp

Entre em nosso canal no WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR:

Comunicador e Jornalista formado pelo Centro Universitário do Maranhão.

DRT – 2083/MA

E-mail: sampaiowellyngton@gmail.com
Contato/ Whatsapp: (99) 98540-7358


Estamos no Instagram

Estamos no Facebook

Divulgue sua marca aqui

Publicidade

 

 

Publicidade